Por Cretino em 05/08/2008

Os 10 Mandamentos do Pão-Duro

1. Nunca dizer : “Pode ficar com o troco”.
Troco é troco. É nessa pequena economia que se junta alguma coisa no final do mês. Ou, se não der para juntar, prolonga o final do mês.

2. Não colocar a mão no bolso em vão.
Comprar deve ser um verbo menos utilizado do que hoje em dia é. Se briga com o namorado, sai para comprar. Se volta com o namorado, sai para comprar. Pense antes de gastar o suado dinheiro.

3. Amar seu bolso como a si mesmo.
Seu bolso faz parte do seu corpo. Maltratando seu bolso com compras no impulso você estará se maltratando. Como a musiquinha no colégio… “Cabeça, ombro, bolso, joelho e pé. Joelho e pé…”.

4. Lembrar que tudo tem sem preço. Então, vamos às promoções!
Com mais organização e familiaridade com os preços, conseguimos boas promoções. Experimentar um produto mais em conta é boa estratégia. Não significa consumir um produto ruim só porque é mais barato.

5. Pechinchar sob todas as formas.
Para alguns povos, como o árabe, por exemplo, comprar o produto pelo preço que lhe é oferecido chega ser uma ofensa. Eles esperam que se regateie , pechinche. Faz parte da venda negociar o preço. Se em dinheiro é mais barato do que com cartão de débito você só irá saber se negociar o preço da compra.

6. Não desperdiçar.
Lavar o carro com balde economiza água, certo? Há muito mais acertos no nosso dia-a-dia se formos controlados com os gastos. Economizaremos nosso dinheiro e mantemos o planeta para próximas gerações.

7. Ir a compras somente aos domingos, quando quase tudo está fechado.
O politicamente do mandamento anterior cai por terra com este agora. É radical, mas domingo tem poucas opções de compras. Quem sabe seja a sua saída para não gastar demais?

8. Valorizar cada centavo.
Sabe aquela caixa de mercado que “fica lhe devendo” um centavo? Ela está comentendo um crime! Apropriação indébita. Se você não aprender a valorizar seus centavos, não irá valorizar seus milhões.

9. Analisar o custo/benefício.
Esse serve para tudo. Desde uma relação até o dinheiro! Serve para responder quem acha que pão-duro compra o barato pelo barato. Não! Analise o custo/benefício antes. Aliás, analise até o custo/benefício de ser controlado com os gastos. Se lhe der dor de cabeça maior do que ficar no vermelho, gaste à vontade!

10. Emprestar sempre com juros. Jurar é pecado. Cobrar juros,não!
Não me peça dinheiro emprestado! Tem bancos e financeiras mais bem preparados que eu. E com juros bem maiores…