Por Pergunto em 10/10/2007

Os dez esportes mais estranhos do mundo

O Pregunto, em sua tamanha curiosidade, resolveu pesquisar sobre os DEZ esportes mais bizarros deste planeta. Bem, a doidera é tanta que foi muito difícil chegar a um consenso da classificação entre eles… Foram classificados apenas os esportes praticados em mais de uma nacionalidade, para efeitos “justos”.

BOXADREZ

Boxadrez
É uma mistura de boxe e xadrez. Sim, afinal, são esportes “muito” parecidos… Os lutadores se enfrentam por 4 minutos no tabuleiro, depois, os exadristas se enfrentam 2 minutos no ringue. Ganha quem nocautear ou der um xeque-mate no adversário.

HÓQUEI SUBAQUÁTICO

Quer mesmo saber das diferenças para o hóquei “no seco”? Então aí vai: a “quadra” é o fundo de uma piscina de 25 metros, os jogadores usam tacos de 30 cm para levar um disco de 1,3 quilo ao gol do outro time. É jogado com máscara, pés-de-pato e snorkel. O cretino que criou o esporte foi mergulhador inglês em 1954 para aumentar seu fôlego. O cretino quase perdeu o fôlego de imaginar isso !

PASSADA DE FERRO EXTREMA

Além de extremamente chato, o que mais pode haver de extremo no ato de passar roupa? Com certeza este “esporte” foi criado por uma mulher que queria ter mais liberdade entre o fogão e a tábua de passar roupas. A idéia é levar a tábua de passar e umas roupas para o lugar mais maluco possível – o topo de uma montanha, o fundo do mar (?), uma caverna – e passar o ferro. O esporte nasceu na Inglaterra em 1997.
Viu ? Se a sua mulher leva o ferro de passar roupas para o Motel, (1) ela é praticante deste esporte e (2) saiba que não é o lugar mais estranho que alguém já passou as roupas!

CORRIDA DE POMBOS

Os pombos-correio têm uma capacidade espetacular de voar de volta pra casa. Sabendo disso, os criadores organizam maratonas com milhares de aves cruzando os céus em provas de até mil quilômetros de extensão.
Super-resistentes, os pombos-correio chegam a voar 10 horas por dia em velocidades superiores a 100 km/h. Claro que durante o percurso eles devem usar a “mira telescópica” para acertar umas cabecinhas no meio do caminho, senão, o esporte não teria a mínima graça.

CURLING

Parece uma limpeza de chão, mas o curling está mais para a bocha: uma pessoa lança uma pedra de granito em direção a um alvo no chão gelado, dois caras com vassouras ajustam a trajetória da pedra e um quarto elemento guia a ação dos “vassourinhas”. Emoção pura!
Acredite se quiser, o curling é esporte olímpico. A modalidade inventada por escoceses no século 16 (o cretino ainda está cético de que foram escocesas, por causa da adoção das vassouras, mas…) ganhou esse status na Olimpíada de Inverno de 1998

CORFEBOL

Junção de handebol e basquete, é um dos poucos esportes coletivos mistos do mundo. Cada equipe tem quatro homens e quatro mulheres, divididos em casais que passam a bola até marcar a cesta. Homem só marca homem, mulher só marca mulher e não vale contato físico.
O jogo surgiu em 1902, na Holanda. Já foi esporte de demonstração nas Olimpíadas de 1920 e 1928.
Seria mais um esporte inventado por donas de casas desesperadas que não toleram seus maridos sairem sozinhos para uma “pelada” no final de semana ?

JAI-ALAI

Essa modalidade de pelota basca é disputada por duas pessoas em quadras com paredão, tipo squash. Com uma cesta em forma de trilho nas mãos, cada jogador arremessa a bola contra a parede. O outro deve pegá-la antes do segundo quique no chão.
O jai-alai é conhecido como o esporte mais rápido do mundo. A bolinha de 125 gramas já viajou a 302 km/h em um jogo de 1979, segundo o Guinness, o “livro dos recordes”

MONOCICLISMO DE MONTANHA

É meio mountain bike – “meio” literalmente, porque a bike em questão tem uma roda só. Com os monociclos, os fãs detonam trilhas na grama, na terra, no gelo. Eles juram que é seguro: como a velocidade é proporcional s pedaladas, o bólido não embala na descida.
Outra modalidade maluca com uma roda só é o hóquei em monociclo. O esporte surgiu nos anos 60 nos Estados Unidos, tem federação internacional e campeonato mundial.
Se não foram inventados por desempregados circenses falidos, o cretino não sabe quem mais poderia ter uma idéia destas.

SEPAKTAKRAW

É uma mistura de futevôlei (que já é uma mistura) com artes marciais: o objetivo de cada trio é chutar a bola de 170 gramas por cima de uma rede de 1,55 metro de altura e fazê-la tocar o lado adversário da quadra. Para dar potência aos chutes, os jogadores abusam das voadoras e malabarismos. O esporte surgiu na Malásia há cinco séculos. Faz sucesso no Sudeste Asiático.
Ufa ! Quando li que era uma mistura de futvôlei com artes marciais, já achei que seria uma partida mista de futvolei com boxe !

PÓLO COM ELEFANTES

Variação do pólo com cavalos, a versão com elefantes nasceu na virada do século 20, criada por aristocratas ingleses na Índia. Entre os dois pólos, só a bola é igual. Nos primórdios do esporte, tentaram a bola de futebol. Mas os elefantes brincavam de esmagar a pelota.
Cada elefante leva dois caras: um é o treinador que comanda o bichão; o outro é o jogador de fato, que usa um taco de bambu para impulsionar a bola em busca do gol

Briga de torcida - esporte bizarro

Infelizmente, deixamos de fora o FUTE-BOXE, aquela modalidade em que as torcidas organizadas se espancam após jogos de futebol. Também ficou fora da classificação as lutas marciais entre deputados, treinadores, apresentadores de tv, e outros…

Comentários

  1. aff?aff afff kkkk disse:

    aff ffaafafafaffafafafffaffaffaffaffffafffafff?

  2. aff?aff afff kkkk disse:

    aff aff aff aff aff aff aff aff aff af aff afffa fafa aff aff afa